Connect with us
vvvvv

Venda Nova do Imigrante

Moradores da comunidade de Camargo fazem protesto

Foto: Internet

Muita poeira e carretas carregadas com pedras de granitos fazem da estrada que dá acesso a Mata Fria um verdadeiro inferno principalmente o trecho dentro da comunidade do Camargo.

A creche da comunidade fica as margens da estrada causando vários problemas respiratórios nas crianças segundo os moradores que resolveram chamar a atenção das autoridade colocando barricadas e queimando pneus e madeira.

Várias carretas ficaram paradas na comunidade de Córregos dos Lopes e Mata Fria por causa dos protestos e na manhã de hoje(10/07) ainda estavam esperando mas a estrada já havia sido liberada.

Segundo a prefeitura de Venda Nova do Imigrante asfalto ou calçamento está em estudo restando a opção de saibro, piçarra ou REVSOL

Continue Lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Inscrições abertas Segunda (20) para aulas de música em Venda Nova

Foto: Site prefeitura de Venda Nova do Imigrante

Começam na próxima segunda-feira (20) as inscrições para aulas de música da Banda Emiliano Pedrino Lorenção. Serão dois encontros por semana em um ambiente totalmente novo montando pela Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Artesanato. A idade mínima para participar é de oito anos.
Os alunos podem se inscrever para aprender a tocar percussão ou instrumentos de sopro. As aulas teóricas e práticas vão acontecer às terças-feiras (turma de sopro) e às quartas (turmas de percussão). Nas quintas-feiras, serão realizados os ensaios gerais da Banda. Os horários serão sempre das 18h às 20h30 e o local é o Centro Cultural e Turístico Máximo Zandonadi.
Para se inscrever, basta procurar o Centro Cultural das 8h às 16h30. As aulas começam no dia 04 de fevereiro. Para mais informações, ligue para (28) 3546-6105 ou (28) 99943-5454.

Fonte: Aqui Notícias

Continue Lendo

Esportes

Rio Branco de Venda Nova recusa contratação do ex Flamengo Bruno

Foto: Google

Segundo informações do gerente de futebol do clube capixaba Márcio Thomaz o jogador de futebol Bruno Fernandes das Dores de Souza mais conhecido como Bruno Goleiro de 35 anos que fez sucesso atuando pelo Flamengo foi oferecido por um agente de nome Luizinho.

Ainda segundo Márcio a oferta não chegou a ser colocada diante da torcido e nem para os patrocinadores por receio que poderia gerar ainda mais se tratando de cidade pequena e com fortes traços de tradicionalismo como Venda Nova do Imigrante.

Bruno estava no Poços de Caldas de MG e estava sendo negociado com o Feira de Santana da BA mas o seu histórico falou mais forte e as negociações não foram adiante por causa da repercussão que poderia geral tal contratação.

Entenda: Bruno foi preso em 2010 por participação no sequestro e assassinato de Eliza Samudio, modelo com quem se envolveu. Em 2013 foi condenado a 22 anos e três meses de prisão. Em fevereiro de 2017, após seis anos e sete meses preso, Bruno conseguiu habeas corpus por uma liminar deferida pelo ministro do STF Marco Aurélio Mello. No entanto, em 25 de abril de 2017, o STF voltou a julgá-lo e por três votos a um, decidiu que Bruno deveria voltar à prisão. Em 18 de julho de 2019 conseguiu uma progressão de pena para o regime semiaberto através de uma decisão da justiça de Varginha. Deixou o presídio no dia seguinte.

        

Continue Lendo

Municípios

Motorista embriagado é detido após colidir com o veículo em Venda Nova

Um homem foi conduzido pela Polícia Militar após ser flagrado dirigindo sob efeito de álcool, na avenida Beira Rio, no bairro São Pedro, próximo à Unidade de Saúde, na noite dessa terça-feira (14). O condutor bateu com o carro, um Fiat Tipo de cor cinza, no meio-fio, estourando uma das rodas do veículo.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista estava em alta velocidade e chegou a dar um “cavalo de pau” na avenida antes de colidir. Testemunhas informaram à PM que no momento do fato havia muitas pessoas no local o que poderia ter ocasionado um acidente mais grave.

Além do motorista, um segundo homem embriagado se aproximou e quis agredir as pessoas que ali estavam, causando confusão. Ele foi segurado por populares.

Segundo testemunhas, antes da chegada da polícia, o condutor do veículo quis evadir-se do local, mas foi impedido pelas pessoas que ali estavam. Ao chegar, a PM realizou exame de constatação de alcoolemia da capacidade psicomotora, sendo constatada a embriaguez. O motorista contou à guarnição que, além da bebida alcoólica, havia feito uso de maconha e não possuía nenhum documento de identificação.

Fonte: FMZ

Continue Lendo

Geral

Ex-delegada e ex-policial civil de Venda Nova do Imigrante são alvos de ação do MP Estadual

Foto: Google

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Venda Nova do Imigrante e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) por Ato de Improbidade Administrativa contra uma ex-delegada e um ex-policial civil. Na época dos fatos, o então policial recebia “escala especial”, que corresponde ao pagamento de 12 horas a mais no mês, e função gratificada de serviço extra, mas não cumpria as cargas horárias.

A delegada, esposa do denunciado, era conivente e fazia vista grossa da irregularidade, além de receber também a “escala especial”. O prejuízo aos cofres públicos, com o acréscimo de multa civil, chega a mais de R$ 950 mil. O MPES requer a indisponibilidade e o bloqueio dos bens dos requeridos nesse valor.

O MPES sustenta que os requeridos praticaram atos de improbidade que causaram enriquecimento ilícito, lesão ao erário e ofenderam os princípios da Administração Pública, ao receberem durante anos por escalas não realizadas e o então policial ainda fraudava relatórios de Indenização Suplementar de Escala Operacional (ISEO). 

De acordo com a ACP, foram feitas três denúncias anônimas na Ouvidoria do MPES relatando os fatos. Na análise dos dados referentes aos últimos 5 anos de atuação dos denunciados, de julho de 2014 a julho de 2019, foi constatado que os dois receberam escala especial em todos os meses. Eles eram os responsáveis por fazer as escalas e enviar para os demais policiais e, apesar de os nomes dos dois não constarem nos documentos, recebiam a gratificação correspondente.

O então policial civil ainda recebia Indenização Suplementar de Escala Operacional (ISEO) sem participar de operações. Segundo a ACP, as testemunhas ouvidas destacaram que o recebimento dessa indenização é raro e que os policiais não a recebem toda vez que participam de uma operação. O MPES argumenta que o denunciado, de modo ilegítimo, estabelecia indenizações no próprio nome como uma espécie de compensação por outros trabalhos que realizava fora do expediente, o que é proibido pela Lei Complementar 662/12, que regulamenta a ISEO.

Após o início das investigações, foi constatado também que os denunciados estavam coagindo e ameaçando os policiais da delegacia para mentir a fim de descaracterizar os atos de improbidade.

Ajustamento de Conduta

Além da ACP, foi firmado um Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC) com outro delegado envolvido no caso. Foi constatado que o delegado à frente da Superintendência de Polícia Regional Serrana compensava policiais civis que faziam serviços extras com ISEO. Pelo TAC, o delegado se comprometeu a ressarcir os cofres da Polícia Civil do Espírito Santo no valor de R$ 2.559,82 e, pela prática do ato investigado, foi aplicada uma multa pecuniária no valor de R$ 2.500,00 para aquisição de livros infantis a serem destinados à Secretaria Municipal de Educação de Venda Nova do Imigrante.

Com informações do Ministério Público Estadual.

Continue Lendo

Municípios

Hospital Padre Máximo faz 61 anos de dedicação a saúde da região

Hospital Padre Máximo
Foto: Google

Depois de 61 anos o Padre Máximo continua com elevada responsabilidade social, por ser o único no município a oferecer serviços médicos de urgência e emergência durante o período de 24 horas aos munícipes de Venda Nova do Imigrante, de cidades circunvizinhas e demanda espontânea de transeuntes da BR 262, abrangendo uma população de aproximadamente 180.000 habitantes. O atual presidente da instituição é o empresário Cleto Venturim.

Em 14/01/1959, diante de uma necessidade de saúde da comunidade de Venda Nova do Imigrante, lideranças locais motivadas pelo padre Cleto Caliman, reuniram-se em Assembleia Geral para tratarem da constituição de uma sociedade civil de direito privado, de fins não econômicos, filantrópica, de caráter beneficente, de assistência social e de assistência à saúde. Em seguida propuseram a denominação Hospital Padre Máximo, em homenagem ao sacerdote espanhol Frei Máximo Taboenca, da Congregação dos Agostinianos Recoletos, pelo reconhecimento e gratidão aos serviços prestados à comunidade na época.

Continue Lendo

Agricultura

Produção de cafés especiais e broca-do-café em debate em Venda Nova

Foto: Google

Broca-do-café é o nome popular do besouro cuja larva se alimenta das sementes do cafeeiro. O nome científico é Hypothenemus hampeiinseto coleóptero da família dos escolitídeos, que perfura os frutos do cafeeiro, onde deposita seus ovos; ao eclodirem, as larvas se alimentam das sementes, destruindo-as completamente ou danificando-as.

É originário da África e espalhou-se por quase todas as regiões produtoras de café (inclusive o Brasil).

A broca-do-café está causando muitos prejuízos à cafeicultura da região das montanhas capixabas em função das condições climáticas que propiciam sua multiplicação. Indicativos mostram que a praga pode se tornar incontrolável na safra 2019/2020.

Para orientar os cafeicultores da região, a Associação dos Produtores de Cafés Especiais das Montanhas do Espírito Santo (Acemes), o Incaper, a Seag, a Prefeitura de Venda Nova e parceiros promovem o seminário “Produção de Cafés Especiais e a Broca-do-Café”, nesta quinta-feira (09), a partir das 14h, no auditório do Senac.

Continue Lendo

Facebook

Copyright © 2020 Conceição do Castelo Online, powered by Wordpress.

Facebook
shares